quinta-feira, 9 de junho de 2011

Porquê a raiva das mulheres dirigida a quem lhes faz o aborto?

Se o aborto é um procedimento moralmente neutro (como os pró-matança querem que nós acreditemos) porquê a raiva das mulheres (que se submetem a um aborto) dirigida ao "médico" aborcionista? Isto provavelmente resume-se ao que J. Budziszewski chama de “o que não podemos saber.”

Porque é que uma mulher ficaria zangada com um aborcionista? Ora, porque ele está em vias de matar o seu filho e qualquer mulher sabe que isso está errado. Ela não pode resistir a este pensamento. Nenhum de nós pode. É uma das verdades mais profundas escritas nos nossos corações - que a vida humana é sagrada e que destruir uma vida inocente no útero é um dos actos mais violentos algumas vez imaginado.

A prisão recente do assassino em série, o "Dr." Kermit Gosnell, trouxe esta verdade à ribalta. Gosnell dirigia uma "casa de horrores" onde bebés eram assassinados ritualmente com tesouras - onde algumas mães chegaram a morrer também - e onde algumas partes corporais dos bebés eram mantidas em jarros.

Quando vêmos pessoas a favor da matança a ficarem horrorizadas com actos como os do assassino Gosnell, então nós sabemos que também eles sabem que o aborto não está certo.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Se vai comentar para defender a legalização do aborto veja primeiro este video. Caso mantenha a decisão de comentar para apoiar a legalização da matança dos fracos e inocentes, escusa de perder tempo. O seu comentário não será publicado.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...