terça-feira, 1 de novembro de 2011

Sugestão





Se concordar, envie o seguinte email para:  gabinete.msss@msss.gov.pt, gms@ms.gov.pt


Ex.mº Sr. Ministro da Saúde,
Dig.mº Sr. Dr. Paulo Macedo,


Ex.mº Sr. Ministro da Solidariedade e da Segurança Social,
Dig.mº Sr. Dr. Pedro Mota Soares,

Venho respeitosamente comunicar a minha posição a favor de um Orçamento mais pro-Vida:

1. Cem milhões de euros de custos directos e indirectos do Estado para financiar e promover o "aborto a pedido" seriam melhor aplicados em ajudas às mães e famílias em dificuldades. Num período de grave aperto orçamental não se compreende nem aceita que o Governo PSD-CDS mantenha a política de «matança do futuro», iniciada pelo PS e claramente derrotada nas últimas eleições;

http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?tpl&id=87904

http://www1.ionline.pt/conteudo/103837-custos-com-abortos-podem-ascender-aos-100-milhoes-euros

http://sic.sapo.pt/video/?articleId=780137

2. Relativamente à lei do aborto e normas conexas, a maioria absoluta PSD-CDS tem exactamente a mesma legitimidade democrática para as revogar que a anterior maioria teria para as aprovar, uma vez que o referendo de 2007 foi - de longe - não vinculativo. Se a nova maioria opta por nada fazer, além de revelar falta de coragem política, defrauda objectivamente as expectativas de uma grande parte do seu eleitorado de base, sendo certo que o assunto foi claramente um dos temas de campanha, como se sabe, por iniciativa do actual primeiro-ministro.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Aborto_em_Portugal#2007

3. Ao Sr. Ministro da Segurança Social, Dr. Pedro Mota Soares, do CDS-PP, eleito por muitos cidadãos pro-Vida impõe-se a seguinte pergunta:
Numa altura em que a estimativa de sustentabilidade da Segurança Social acaba de ser reduzida em 5 anos, fruto da contínua quebra da natalidade em Portugal; a manutenção do «subsídio social de maternidade» a 100% para qualquer mulher que aborta - havendo quatro que abortaram já por 10 vezes - não será uma medida socialmente suicida, também contrária ao «Humanismo Personalista» mantido no ponto primeiro da Declaração de Princípios do CDS?

http://www.inverbis.net/actualidade/mulheres-dez-abortos.html

http://www.cds.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=78%3Adeclaracao-de-
principios&catid=61%3Ainstitucional&Itemid=160

nome, localidade

Sem comentários:

Publicar um comentário

Se vai comentar para defender a legalização do aborto veja primeiro este video. Caso mantenha a decisão de comentar para apoiar a legalização da matança dos fracos e inocentes, escusa de perder tempo. O seu comentário não será publicado.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...