terça-feira, 30 de abril de 2013

Os cúmplices da crueldade, do horror e da matança.


Bebé nascido vivo de um aborto, "nadava" dentro da retrete tentando sair de lá.

Testemunho citado do julgamento do abortadeiro  Kermit Gosnell


«Dizem que devemos manter a "política" fora das igrejas.

Dizem que devemos manter a "religião" fora da política.

Dizem que o aborto é demasiado "gráfico" para ser mostrado nas televisões.

Dizem que o aborto é demasiado "controverso" para ser mostrado nas escolas.

Existirá algum espaço onde a VERDADE possa ser mostrada ?

Nós vamos levar a realidade cruel do aborto às igrejas, obrigar políticos a revelarem que as suas  campanhas são financiadas com dinheiro sujo de sangue, espalhar o assunto pelas rádios, escolas e ruas. Os horrores do aborto não terão fim enquanto não fizermos as pessoas encarar a verdade. A imprensa sabe que assim é e, por esse motivo, os maiores órgãos de informação ocultam o julgamento do assassino Kermit Gosnell. »

Fonte: Personhood USA


Jairo Filipe

Sem comentários:

Publicar um comentário

Se vai comentar para defender a legalização do aborto veja primeiro este video. Caso mantenha a decisão de comentar para apoiar a legalização da matança dos fracos e inocentes, escusa de perder tempo. O seu comentário não será publicado.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...